segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Decência e Boniteza

P. Freire sobre a prática educativa:

[...]Cada vez me convenço mais de que, desperta com relação à possibilidade de enveredar-se no caminho do puritanismo, a prática educativa tem de ser, em si, um testemunho rigoroso de decência e de pureza. Uma crítica permanente aos desvios fáceis com que somos tentados, às vezes ou quase sempre, a deixar as dificuldades que os caminhos verdadeiros podem nos colocar. Mulheres e homens, seres históricos-sociais, nos tornamos capazes de comparar, de valorar, de intervir, de escolher, de decidir, de romper, por tudo isso, nos fizemos seres éticos. Só somos porque estamos sendo. Estar sendo, é a condição entre nós, para ser[...]

Um comentário:

Alexandre Prestes disse...

agora ta funcionando ....


beijossssss